Vote neste Blog clicando:

Número total de visualizações de página

domingo, 4 de dezembro de 2011

Dicas de cruzamentos em Mutações Dominantes nos Mandarins...



Dicas de cruzamentos em Mutações Dominantes nos Mandarins...

A expectativa de um par de Diamantes Mandarim depende da constituição genética de cada um dos pássaros.
Algumas vezes parte desse trabalho está oculto ou dividido!Na verdade,em termos de seu modo de reprodução.Muitas das mutações dos Mandarins que existem hoje podem sêr categorizadas em três grupos : Dominante, Ligada ao sexo e Recessiva.
De longe a mais fácil de perceber é a variedade Dominante e este pequeno artigo vai ajudar o principiante a entender como reproduzir estas mutações.


A primeira coisa a sêr entendido é que estas mutações Dominantes são sempre visíveis desde que a aparência da ave contenha essa mutação, não pode sêr carregada de uma forma escondida!
Portanto, a fim de reproduzi-los, é necessário começar com pelo menos um pássaro com as características da mutação desejada.

EXEMPLO : 
  
Mutação Dominante(s/f) x Mandarim Clássico 
50% Mutação Dominante(s/f) machos e femeas
& 50% Clássicos machos e femeas  



Mutação Dominante(s/f) x Mutação Dominante(s/f)
=  25% Clássicos machos e femeas
& 50% Mutação Dominante(s/f) machos e femeas
& 25% Mutação Dominante(d/f) machos e femeas   

Mutação Dominante(s/f) x Mutação Dominante(d/f)  
= 50%  Mutação Dominante(s/f) machos e femeas 
& 50%  Mutação Dominante(d/f) machos e femeas

Mutação Dominante(d/f) x Mandarim Clássico
100% Mutação Dominante(s/f) machos e femeas

p.s. Juntando os pares ao contrário irá dar os mesmos resultado na mesma ...

Como seria de esperar, os Mandarins originais da vida selvagem Australiana (clássicos) é uma destas variedades Dominantes.
Na maioria dos Países do Mundo estão agora geralmente referidos como Normais, clássicos ou Cinzentos.Existem mais 4 mutações Dominantes fortemente estabelecidas na Avicultura, Dominantes Diluídos, Face Negra, Poupa e finalmente Prata de Bochechas Claras.
Curiosamente, apenas o original cinzento(Clássico) e o Diluído em posição dominante têm qualquer quantidade substancial no Reino Unido no momento presente.

 A mutação Diluído Dominante resulta tal como o nome sugere, numa redução em intensidade da côr na ave!
Na combinação de um clássico com um Diluído Dominante resulta a combinação Prata, e esta combinação com a Castanho-claro resulta na Creme!
Também é possível combinar a mutação Diluído Dominante com outras mutações visuais, tais como :  a Pinguim e Branco , mas os efeitos de diluição nestes casos geralmente não é agradável.
Uma exceção a esta é a combinação de Diluído Dominante com a de Costas Claras para gerar costas Cremes ou Pratas.
Os primeiros são aves muito bonitas, geralmente com Bochechas muito clarinhas e uma cabeça de um cinzento muito clarinho, costas e asas.


Neste ponto deve sêr enfatizado do que se tem escrito acerca da mutação Diluído Dominante porque existe (mas poucos, se existem no Reino Unido) outra forma de Diluído que é a Diluído Recessivo.
Esta é visualmente diferente em relação á Dominante, principalmente na intensidade das manchas da face e as marcas do flanco, que são muito ligeiramente diluídas no casao da mutação Diluída Recessiva.
A reprodução de Mutações Recessivas serão abordadas noutro artigo separado.


Foi indicado encima que desde que voçê tenha até mesmo um Mandarim (macho ou femea) com efeitos visuais de uma das Mutações Dominantes, voçê pode produzir mais que essa Mutação.Então, como é que isso funciona?
Vamos supôr a título de exemplo que voçê tenha obtido uma femea da mutação Dominante Prata , e que queira agora tirar só Pratas!
Se a femea Prata está junta com um macho Prata, as espectativas teóricas será que metade das crias sejam Pratas e a outra metade sejam Clássicos.U ma vez que não existe nada ligado a uma Mutação Ligada ao Sexo, então poderemos esperar : 25% machos Clássicos, 25% femeas Clássicas, 25% machos Prata e 25% femeas Prata.
Assim poderemos então tirar os tão desejados Pratas de ambos os sexos e logo na primeira geração!

Claro que na práctica é necessário criar um substancial número de crias para nos aproximarmos das explicações teóricas.Esta primeira geração de Pratas pode substancialmente serem emparelhadas com clássicos , produzindo outra vez 50/50 de crias Clássicas e Prata.

Do mesmo modo que se juntarmos a mutação Diluído Dominante Castanha que deu a (Creme) com a Diluído Dominante Castanha irás obtêr 50/50 da mutação Creme e Castanha.
Para generalizar isto na tabela que fiz acima simplesmente escrevi uma mutação Dominante(para dar exemplo de uma mutação qualquer dominante) e concentrei-me nos clássicos.Isto é directamente apropriado para as mutações : Prata, Face Negra, Cinentos de Poupa e Bochecha Cinza.Mas substituindo na tabela a mutação Castanha Clara ou os Clássicos podemos utiliza-la também para as mutações : Creme, Castanhos Claros de Face Negra, Castanhos Claro de Poupa e Bochecha Castanho Claro.
Tem de se têr me conta que os resultados vão sêr iguais mesmo que troquem os machos pelas femeas!


A maioria dos pares utilizados para produzir as variedades Dominantes têm apenas um dos pais da mutação desejada Dominante.Podemos nos questionar, mas se eu tenho 1 casal de Pratas, não seria melhor utilizar esse casal  Prata x Prata e assim obter mais Pratas rapidamente?
Porque a maioria dos Pratas são a partir Prata x Clássico eles são conhecidos como Simples(único) Factor de Prata (SF Prata).O acasalamento destas 2 aves resultaria : 50% Pratas(sf), mas também 25% Clássicos e 25% Clássicos(df) Portadores de Prata.
Neste caso portanto, a razão entre o número total de Pratas para Clássicos será de 3:1. Mas o problema é que não existe diferença visual entre aves de SF e DF(Portadores), assim não sabes qual é o normal e qual o portador.Toma atenção também que este cruzamento não te dará 100% Pratas!
O valor potencial de um Prata DF(o mesmo que portador) é que se for emparelhado com um Clássico, todas as crias resultantes serão SF Prata , porque tem uma dose dupla do gene de diluição por assim dizer.
Há alguns anos atrás os resultados dos cruzamentos Prata x Prata de muitos criadores da Australia foram recolhidos, e verificou-se estatisticamente que a relação destes pares não era 3:01 mas mais perto de 2:1.
Aconclusão tirada daqui é que o factor de Dupla Diluição Dominante não era viável, e efectivamente não existia.Não está claro se este argumento pode sêr estendido para os seus homólogos Europeus, já que nenhum estudo comparável tem sido realizado.
Também deve de sêr relembrado que a Australia tem sido efectivamente isolada através de uma proibição importação/exportaçao por muitos anos e a sua versão de Diluídos Dominante pode têr desenvolvido caracteristicas diferentes.No entanto, se os resultados Australianos são verdade para todos os Diluídos Dominantes, ainda não se sabe até que ponto esta conclusão pode-se estender a outras variedades Dominantes!


Assim como a mutação Diluido Dominante, voçê pode aumentar rapidamente o seu stock de Mandarins da mutação Face Negra como resultante do seu modo de mutação Dominante!Estes visualmente são parecidos com os Clássicos, Castanhos Claro mas a área entre o bico e a bochecha é Preta, daí o seu nome!
Nos machos a barra do peito deve-se estender mais tanto para baixo como para cima , tanto quanto possível.A mutação de Poupa, como está explicito no nome tem a aparência da mutação padrão correspondente mas com a particularidade de têr uma poupa no alto da cabeça.
Essa mutação nunca foi muito popular no Reino Unido, e apenas 1 ou 2 criadores se especializaram nessa mutação apesar de sêr uma mutação já muito antiga.
Recentemente a mutação de Bochechas Cinza(tiraram o nome derivado ás bochechas serem dessa côr) e á sua relação com a mutação Castanho Claro, foram criados e apresentados em exposições no Reino Unido.
A presença do gene Bochecha Cinza tem um efeito significativo, não só modificando a côr das bochechas como do pescoço, cabeça e asas, que são brancas ou muito próximo do branco.
Na mutação Castanho-Claro esta mutação produz a bochecha de um castanho muito clarinho, uma cabeça quase branca, pescoço e asas.Neste caso, e nesta mutação diz-se que pares frequentes Bochecha Cinza x Bochecha Cinza ou Bochecha Castanho Claro x Bochecha Castanho Claro devem de sêr evitados derivado a uma tendência a cegueira em algumas das crias nascidas.





De mencionar que este artigo foi traduzido por mim e quaisquer erros que possam daí advir serão todos minha culpa(relativo á tradução).Podem vêr aqui o texto original :




Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...